ASSOCIAÇÃO PARANAENSE DO ESPORTE

Rua Omilio Monteiro Soares, 1231 – Fanny – Curitiba – Paraná

www.associacaodoesporte.net - telefax: 3569-2570

 

VI COPA PARANÁ DE FUTEBOL AMADOR  – 2011

 

REGULAMENTO

 

A VI COPA PARANÁ – 2011, é um campeonato independente organizado pela Associação Paranaense do Esporte, com apoio de entidades ligadas ao esporte.

 

OBJETIVO: Efetuar a integração do futebol e, como finalidade promover o intercâmbio e o congraçamento entre Atletas, Clubes e Entidades do futebol amador de Curitiba e Região Metropolitana na categoria envolvida.

 

CLÁUSULA PRIMEIRA: A participação na competição somente é permitida a clubes constituídos, associados à Associação Paranaense do Esporte e de Secretarias Municipais de Esportes.

 

CLÁUSULA SEGUNDA: Participarão da competição 16 equipes divididas em 02 grupos com 08 equipes, conforme (Anexo I), grupos e tabela da 1ª fase:

a)      Primeira Fase: As equipes jogam todos contra todos, em jogos de ida, dentro do mesmo grupo, conforme tabela, (Anexo I) do regulamento, classificam-se para a segunda fase as 02 (duas) equipes que obtiverem a melhor colocação dentro de cada grupo, num total de 04 equipes classificadas, que formarão 02 (dois) cruzamentos (mata-mata) para a segunda fase denominada semifinal.

b)      Segunda Fase Semifinal: Será composta pelas 4 (quatro) equipes classificadas na primeira fase que formam 02 (dois) cruzamentos (mata-mata) onde jogam em jogos de ida e volta, conforme tabela, (Anexo II) do regulamento, ou seja:

      Jogo 1 – 1º do A x 2º do B

      Jogo 2 – 1º do B x 2º do A

c)      Terceira Fase Final: Será composta pelas 02 (duas) equipes vencedoras das semifinais, conforme tabela, (Anexo III).

      Final – Vencedor Semifinal 1 x Vencedor Semifinal 2

Parágrafo Primeiro: Para a segunda fase, as equipes com melhor campanha na primeira fase, tem a preferência de mandar o jogo de volta em seus domínios, como também o jogo final da terceira fase neste caso somadas todas as fases anteriores, desde que este atenda as condições normais de segurança, para transmissões pela TV se for o caso e, demais condições necessárias ao evento.

Parágrafo Segundo: A organização poderá inverter os mandos de campo nos jogos das semifinais e finais, caso o estádio pertencente à equipe que obtiver a melhor campanha geral não atenda as condições necessárias para transmissão do jogo pela TV quando for o caso.

Parágrafo Terceiro: O jogo da final poderá a critério da organização ser efetuado em local neutro.

Parágrafo Quarto: A equipe terceira colocada na competição será aquela que ao final das semifinais somar o maior número de pontos.

Parágrafo Quinto: O tempo de jogo será de 45 minutos.

e) Nos jogos de volta das semifinais, caso ocorra o empate em número de pontos sem saldo de gols, será disputada uma prorrogação de 30 (trinta) minutos dividida em dois tempos de 15 (quinze) minutos, caso prevaleça o empate a decisão será em cobranças de penalidades máximas conforme determina o International Board da FIFA, o mesmo critério será adotado para o jogo da final.

 f) Fica a critério da organização a escolha dos Estádios a serem utilizados a mandar jogos em qualquer fase da competição, a organização poderá ainda alterar, modificar o direcionamento dos jogos já publicados na tabela dirigida, desde que seja para atender o interesse da competição, evitar custos de eventuais deslocamentos desnecessários, ou de comum acordo com os clubes envolvidos.

g) Os jogos envolvendo as equipes que estão buscando a classificação na última rodada da primeira fase, serão realizados no mesmo dia e horário em locais diferentes indicados pela organização.

h) Quando rodadas duplas, os clubes que atuarem em seu Estádio, tem a preferência de jogar as partidas de fundo.

 

CLÁUSULA TERCEIRA: Caso duas ou mais associações terminarem empatadas ao final da 1ª fase, os critérios de desempate serão os seguintes:

a)      Número de vitórias;

b)      Saldo de gols;

c)      Ataque mais positivo;

d)      Defesa menos vazada;

e)      Confronto direto;

f)        Disciplina na ordem, 1º cartões vermelhos e em 2º cartões amarelos;

g)      Sorteio.

 

CLÁUSULA QUARTA: Da condição de jogo e inscrição dos atletas:

a)      Poderão ser inscritos atletas nascidos até 30 de abril de 1994, não sendo necessário o vínculo do atleta com o clube junto a FPF.

b)      Os atletas poderão ser inscritos somente por uma associação, caso um atleta que esteja inscrito por uma associação e não tenha participado de nenhuma partida, poderá o clube que o inscreveu liberá-lo para ser inscrito por outra associação, solicitando por escrito à organização para retirá-lo de sua relação de atletas.

Parágrafo Único: O atleta que tenha ficado no banco de reservas, assinado a súmula da partida, mas não ter participado da mesma, poderá mediante liberação oficial do clube que o inscreveu transferir-se para outra associação qualquer.

c)      A confirmação do vínculo do atleta com o clube, é a assinatura do mesmo na relação inicial de atletas ou na súmula da partida.

d)      Os pré-registros dos atletas poderão ser efetuados via Internet no Site www.associacaodoesporte.net, via fax pelo nº 3569-2570, ou pessoalmente, cujo registro será confirmado quando do envio da documentação com a relação devidamente assinada.

Parágrafo Único: não é permitida a inscrição de atletas na hora da partida, somente poderão participar do jogo os atletas que se encontram relacionados na súmula da partida e na Relação de Atletas Inscritos, não sendo respeitada tal condição, o atleta será considerado irregular e o clube perde os 3 (três) pontos da partida que serão somados em favor de seu adversário, independente do resultado do jogo.

e)      Caso um atleta assine a relação inicial em dois clubes, o mesmo não terá condições de jogo em nenhuma das equipes, a não ser que o mesmo seja liberado oficialmente para constar somente na relação de um clube.

f)        No ato da confirmação da inscrição, (apresentação da relação de atletas), deverá ser apresentado do atleta, documento de identidade original, acompanhado de xerox.

g)      Cada equipe poderá registrar durante a competição 40 (quarenta) atletas, caso a equipe tenha completado a relação com o número máximo permitido e desejar inscrever outros atletas, somente poderá fazê-lo mediante solicitação por escrito substituindo determinado atleta da relação que não tenha participado de nenhuma partida.

h)      Para o início da competição que acontece no dia 30/04/11, a relação de atletas, com a documentação deverá ser enviada até o dia 25/04/11 às 20:00 horas.

i)        Durante a competição o registro de atletas deverá ser efetuado sempre até as 20:00 horas da 5ª feira que antecede a rodada de sábado, ou 48 horas de antecedência quando o jogo acontecer em outro dia da semana, caso o registro seja efetuado via Internet no endereço da Associação ou via fax, informando o nome completo, o nº do RG e a data de nascimento, o mesmo deverá neste caso apresentar antes do início do próximo jogo o RG original e assinar a relação (súmula do jogo) de atletas do clube com o representante.

j)        Poderão ser inscritos atletas até o final da 1ª fase, ou seja, até a 5ª feira, que antecede o início da Segunda Fase no horário até as 20:00 horas.

k)      Cada clube é responsável pelo preenchimento em letra de forma, a máquina ou computador, da relação de atletas bem como colher assinaturas dos atletas relacionados, (preferencialmente enviar a relação via Internet), no Site da associação.

 

CLÁUSULA QUINTA: No dia de jogo cada atleta deverá apresentar ao representante oficial, a Carteira de Identidade RG original, ou ainda a Carteira Nacional de Habilitação CNH original (ou xerox autenticado em cartório ou pela APE).

a)      Caso o atleta inicie a partida sem apresentar o documento legal, o prazo para apresentação do mesmo encerra-se ao final da partida.

b)      A equipe que colocar para atuar atletas sem a apresentação de documento legal perde os 3 (três) pontos da partida que serão revertidos (somados por Ato Administrativo) em favor de seu adversário, independente do placar da partida.

c)      Em caso excepcional, a organização poderá autorizar a apresentação de outro documento.

 

CLÁUSULA SEXTA: Os árbitros assistentes e representantes serão do quadro do departamento da APE/ACM.

- Dos valores: O valor total da taxa de arbitragem para rodadas duplas é de R$ 480,00 (quatrocentos e oitenta reais), sendo de responsabilidade de cada clube o valor igual de R$ 120,00 (cento e vinte reais), que deverá ser pago até o intervalo da partida.

- Para jogos isolados o valor é de R$ 260,00 (duzentos e sessenta reais), sendo R$ 130,00 (cento e trinta reais) para cada clube envolvido, que deverá ser pago até o intervalo da partida.

- O clube que não efetuar o pagamento da taxa acordada, deverá efetuá-la em 48 (quarenta e oito) horas da realização da partida na sede da APE, caso contrário não poderá participar do próximo jogo em que o clube esteja envolvido, onde se caracterizará o WxO. 

 

CLÁUSULA SÉTIMA: Dos cartões amarelos e vermelhos:

a)      Três cartões amarelos cumprem uma partida de suspensão automática, ao final da primeira fase, todos os cartões amarelos, inclusive os daqueles atletas com o 3º cartão amarelo, serão zerados (abolidos), para fins de cumprimento da pena de suspensão;

b)      Um cartão vermelho normal cumpre uma partida de suspensão automática;

c)      A condição de jogo dos atletas quanto a cartões deve ser conferida no Site da APE.

 

CLÁUSULA OITAVA: No caso de agressão o atleta ou dirigente será eliminado em primeira instância administrativamente da competição, tudo conforme relatório do árbitro, representante ou denúncia oferecida pelos membros da organização e em segunda e última instância pela Comissão Especial Disciplinar.

Parágrafo Primeiro: Quando a agressão partir de um dirigente ou outra pessoa devidamente identificada ligada ao clube, a associação origem do mesmo será automaticamente eliminada da competição.

Parágrafo Segundo: Fica também o agressor impedido de participar da VII edição do Campeonato da categoria e de todos os demais organizadas pela Liga Curitibana de Futebol e pela Associação Paranaense do Esporte durante os anos de 2011 e 2012, arcará ainda junto com seu clube com as demais sanções civil ou criminal quando for o caso.

Parágrafo Terceiro: A agressão física, verbal ou por escrito e-mail etc., de qualquer atleta, dirigente ou de outra pessoa qualquer identificada ligada ao clube, a qualquer membro da organização da competição, caracterizará punição de eliminação da competição ao envolvido e o clube origem denunciado para ser julgado pela Comissão Especial Disciplinar, cabendo pena de eliminação da competição, quando tal fato ocorrer em partida última do clube na competição, a pena será cumprida na próxima edição do campeonato.

Parágrafo Quarto: Distúrbios, e ou confusão generalizada, envolvendo torcidas identificadas de clubes, poderá a critério da organização, causar a eliminação da equipe na competição,

 

CLÁUSULA NONA: O clube responsável organizador dos jogos do grupo, deverá marcar o campo, dar refrigerante ou água mineral aos árbitros, assistentes e representantes, bem como condições de trabalho, segurança, a eles e a imprensa em geral, providenciar gandulas para auxiliar a resgatar (cuidar) das bolas, vestiários e demais condições para realização dos jogos.

 

CLÁUSULA DÉCIMA: Das bolas.

O clube mandante organizador dos jogos é responsável pela liberação das bolas, inclusive para as partidas onde não está diretamente envolvido, mas cada clube poderá apresentar ao representante antes do início da partida, duas bolas, a organização irá trabalhar junto a FPF e demais organizações para poder auxiliar os clubes em doações de bolas que sejam destinadas ao evento.

- Único: Cada clube é responsável em cuidar de suas bolas.

 

CLÁUSULA DÉCIMA PRIMEIRA: Do número de atletas e dirigentes no banco de reservas e das substituições:

a)      Cada clube poderá colocar 7 (sete) atletas no banco de reservas e substituir 7 (sete) atletas por partida, ou seja, todos os que estiverem relacionados antes do início da mesma e que estejam devidamente uniformizados com a súmula da partida assinada e estar no banco de reservas até o final da primeira etapa, respeitado sempre o limite de 7 (sete) atletas, não sendo respeitado tal procedimento o atleta será considerado irregular, os atletas após serem substituídos deverão obrigatoriamente se retirar do campo de jogo e não poderão permanecer no banco de reservas.

b)      Cada clube poderá colocar 3 (três) dirigentes devidamente identificados: a) treinador – b) preparador físico – c) massagista, no caso de médico devidamente identificado poderá o clube então ter o quarto elemento no banco de reservas.

Parágrafo Único: O dirigente que estiver dentro do campo, (no banco de reservas) mesmo devidamente identificado, mas que for excluído do jogo pelo árbitro, deverá obrigatoriamente se retirar para fora do campo e não poderá na próxima partida em que a sua equipe estiver envolvida ficar no banco de reservas, deverá cumprir uma partida de suspensão automática, não sendo respeitada a condição de suspenso, o seu clube perde os 3 pontos da partida em favor de seu adversário, no caso de reincidência a pena dobra.

 

CLÁUSULA DÉCIMA SEGUNDA: O clube que não comparecer com o número mínimo de atletas para cumprir seu compromisso será considerado perdedor do jogo por WxO e o clube adversário será considerado vencedor por 1 x 0, neste caso o gol será somado ao saldo de gols da equipe vencedora e automaticamente o clube que não comparecer perde o valor da caução estabelecida na cláusula décima nona deste regulamento, sendo revertido ao clube prejudicado 50% do valor da caução para suprir eventuais despesas ocorridas por ocasião da não realização da partida e, o clube eliminado da competição atual e das demais organizadas pela APE ou pela Liga Curitibana de Futebol nos anos de 2011 e 2012.

 

CLÁUSULA DÉCIMA TERCEIRA: O atleta, dirigente, ou outro membro qualquer identificado ligado ao clube, que der causa a paralisação da partida, o seu clube será considerado o perdedor do jogo, mantém-se o resultado de vitória em favor de seu adversário, caso a partida esteja empatada, os três pontos serão somados por Ato Administrativo em primeira instância a seu adversário, independente do tempo que a partida tenha transcorrido, tudo de acordo com o relatório do árbitro, assistentes e representante e julgado em segunda e última instância pela Comissão Especial Disciplinar.

Parágrafo Único: A equipe que ficar reduzida a número insuficiente de atletas para continuar uma partida, por motivo de expulsões ou contusões, será considerada a perdedora do jogo, independente do placar e do tempo em que a mesma tenha transcorrido, sendo os 03 (três) postos somados por Ato Administrativo a seu adversário.

 

CLÁUSULA DÉCIMA QUARTA: O prazo para recorrer, comprovar qualquer irregularidade e efetuar denúncia é de 03 (três) dias úteis contados a partir da realização da partida e “custa R$ 200,00 (duzentos reais)”.

 

CLÁUSULA DÉCIMA QUINTA: A transferência ou antecipação de jogos somente poderá ser efetuada:

a)      de comum acordo entre os clubes envolvidos sempre até a segunda feira que antecede a rodada até as 20:00 horas, sempre observado se não interfere em interesses de terceiros, para jogos isolados as equipes devem arcar com as despesas, aluguel de campo, taxa de arbitragens etc.

b)      A critério do árbitro no caso de força maior, falta de segurança ou por motivo de campo sem condições de jogo por chuva torrencial ou falta de marcação adequada.

c)      A critério da organização para preservar os campos, caso seja comprovado até as 11:00 horas do sábado dia da rodada chuva torrencial onde os campos fiquem completamente prejudicados não oferecendo condições para a prática do futebol e seja tal pedido efetuado dentro do horário estabelecido, pela maioria dos clubes donos dos Estádios onde os jogos deverão ser realizados. 

d)      A critério da organização por falta de segurança ou ainda por motivo de o clube mandante de grupo onde os jogos estão sendo realizados, não estar cumprindo com o estabelecido neste regulamento.

e)      A organização poderá marcar jogos em datas e horários diferentes aos previstos na tabela, podendo ser inclusive em horários noturnos para atender aos interesses do bom andamento da competição.

 

CLÁUSULA DÉCIMA SEXTA: Das demais responsabilidades:

a)      Os clubes participantes assumem toda e qualquer responsabilidade quanto ao atendimento médico-hospitalar a seus atletas e demais membros do clube que por algum motivo venham a necessitar tal atendimento durante o transcorrer das partidas, sendo que o clube mandante dono do estádio onde os jogos estão sendo realizados deverá auxiliar em tudo o que for possível para o bom atendimento.

b)      As responsabilidades sejam elas, civil, criminais ou outras de qualquer natureza, serão sempre do clube de origem do atleta, dirigente ou torcedor, onde os dirigentes deste clube antecipadamente assumem todas as responsabilidades em qualquer esfera.

c)      Quando o patrimônio de qualquer clube for danificado por torcida adversária ou por outros motivos quaisquer devidamente identificados, a responsabilidade será do clube origem das pessoas que se envolveram no episodio, podendo neste caso a organização usar como parte do ressarcimento ou integralmente, o cheque caução do clube.

d)      Os clubes participantes isentam a entidade promotora do evento de qualquer responsabilidade quanto aos itens acima mencionados, como também das demais previstas neste regulamento.

 

CLÁUSULA DÉCIMA SÉTIMA: O clube que colocar para atuar atletas suspensos com cartão amarelo ou vermelho, ou a inclusão de atletas considerados irregulares nas demais cláusulas deste regulamento, perderá os 03 (três) pontos da mesma que serão somados a favor de seu adversário independente do resultado da partida, como também perde o valor da caução estabelecida.

 

CLÁUSULA DÉCIMA OITAVA: Dos uniformes:

Os clubes devem antecipadamente verificar com a equipe que vão atuar, qual seu uniforme e sempre deverá haver o prévio entendimento para o bom relacionamento entre ambos, o clube que atuar em seu campo por ter mais opções, deverá dar preferência de escolha aos demais.

 

CLÁUSULA DÉCIMA NONA: A taxa de inscrição é de R$ 350,00 (trezentos e cinqüenta reais), por clube, que deverá ser pago até o dia 25/04/11, sendo que fica condicionado um cheque caução no valor de R$ 500,00 (quinhentos reais) que também deverá ser entregue até o dia 25/04/11, cujo cheque será devolvido ao clube emitente quando do encerramento da participação na competição, caso o mesmo tenha cumprido todas as normas aqui estabelecidas, ao contrário o mesmo deverá obrigatoriamente ser pago pelo clube emitente ou pelo seu representante legal.

Único: O clube que não efetuar o pagamento da taxa de inscrição como também o cheque caução até o dia 25/04/11, não será incluso na distribuição e formação dos grupos e estará fora das disputas da competição.

 

CLÁUSULA VIGÉSIMA: A Comissão Especial Disciplinar “é a única esfera legal”, para julgar os casos que mereçam ser apreciados, será composta por dirigentes ligados ao futebol amador que não estejam envolvidos com nenhum clube que disputa a competição, ou pessoas com conhecimento das Leis esportivas indicados pela APE.

Parágrafo Primeiro: Para julgar todos os casos que deverão ser apreciados pela Comissão Especial Disciplinar, será levado em consideração primeiramente o contido neste regulamento.

Parágrafo Segundo: Todas as decisões disciplinares serão tomadas em primeira instância através de Ato Administrativo pela organização e se necessário em segunda e última instância pela Comissão Especial Disciplinar.

Parágrafo Terceiro: Os clubes que não acatarem as decisões finais de última instância, impostas pela Comissão Especial Disciplinar, ou ainda venham a recorrer direta ou indiretamente à Justiça Comum, serão eliminados automaticamente da competição em disputa como também de todas as demais organizadas pela Liga Curitibana de Futebol e pela Associação Paranaense do Esporte, serão excluídos também do quadro de associados das entidades citadas.

 

CLÁUSULA VIGÉSIMA PRIMEIRA: O clube que não cumprir com todas as normas deste regulamento, arcará com as sanções nele estabelecidas e fica impedido de participar de qualquer competição ou eventos promovidos pela LIGA CURITIBANA DE FUTEBOL e pela APE, enquanto não cumprir tudo o que nele está estabelecido.

 

CLÁUSULA VIGÉSIMA SEGUNDA: Das premiações

Serão premiados com troféus, o campeão e o vice-campeão, medalhas de ouro e prata, equipe mais disciplinada, artilheiro, goleiro menos vazado e atleta revelação.

 

CLÁUSULA VIGÉSIMA TERCEIRA: O órgão oficial de divulgação é a Internet na página da associação que é “ www.associacaodoesporte.net

 

CLÁUSULA VIGÉSIMA QUARTA: Caso haja necessidade de remanejar algum jogo para ser disputado em local, data e horário diferente ao previsto na tabela original, por motivo de transmissão na TV, a organização poderá fazer o remanejamento independente de comum acordo entre os clubes envolvidos, a transmissão por qualquer emissora ou rede de TV, aberta, fechada ou Internet somente é permitida se autorizada oficialmente pela APE, as associações participantes autorizam a APE a representá-los juridicamente em qualquer esfera quando tal fato não for cumprido.  

 

CLÁUSULA VIGÉSIMA QUINTA: Os casos omissos não relatados aqui neste regulamento serão resolvidos pela comissão organizadora.

 

Curitiba, 25 de abril de 2011

 

Atenciosamente

 

Leonides Dreveck

Presidente